Publicidade

  • Começou a empreender? Aprenda a cuidar do seu dinheiro para aumentar o seu negócio. Veja como ganhar muito mais! 

O sonho de muitos brasileiros é empreender. Também pudera, a possibilidade de ser seu próprio chefe e conseguir sucesso financeiro é um excelente chamariz e incentivador para começar seu próprio negócio. E também, foi-se o tempo em que empreender era algo que apenas pessoas com muito dinheiro faziam.

Hoje uma boa parte da população está em busca de realizar seu sonho e melhorar sua qualidade de vida começando seu próprio negócio. Segundo dados de uma pesquisa realizada pelo Sebrae e a Associação Nacional de Estudos em Empreendedorismo e Gestão de Pequenas Empresas (Anegepe) pelo menos 42 milhões de brasileiros estão empreendendo em algum nível.

No entanto, para poder usufruir de todos os benefícios do empreendedorismo, alguns cuidados são fundamentais. Almoxarifado, compras, marketing, vendas, administrativo… Tudo isso deve ser feito de forma minuciosa e cuidadosa.

Publicidade

E entre as áreas que precisam ser cuidadas de forma detalhada, o seu financeiro é uma das principais.

E, o que muita gente não sabe é que, apesar de serem diferentes, suas finanças pessoais podem interferir diretamente nas finanças profissionais. Imagine só, se você não consegue cuidar da melhor forma das suas contas pessoais, imagine como irá cuidar da movimentação financeira da sua empresa?

Este é o seu caso?

Em resumo, um empreendedor precisa se preparar em diversas esferas para trazer bons resultados e alcançar o sucesso da sua empresa. Uma das principais é em relação ao financeiro. Afinal, é fundamental saber lidar corretamente com o dinheiro para que ele cresça ainda mais.

E este artigo foi escrito para te ajudar a cuidar das suas finanças e, respectivamente, das do seu negócio. Portanto, leia até o final e veja todas as dicas que preparamos para você.

O que é empreender?

Caso a curiosidade tenha te levado até o dicionário, provavelmente você sabe que a palavra empreendedorismo significa capacidade de projetar novos negócios ou de idealizar transformações inovadoras; ou ainda capacidade de idealizar, coordenar e realizar projetos, serviços e negócios.

Ou seja, empreender significa colocar a mão na massa e fazer a sua ideia dar certo. E como o que não faltam são tarefas a serem cumpridas na hora de começar seu próprio negócio, é importante saber quais pontos devem ser considerados.

E uma das principais delas é o financeiro.

Entretanto, antes de cuidar do financeiro da sua empresa, saiba que as suas contas pessoais precisam estar em dia. Assim, você evita confusões entre ambas e trata cada uma da forma que deve ser.

É possível abrir um negócio com pouco dinheiro?

Totalmente possível.

Muitas pessoas acreditam que para começar a empreender e ser um empresário de sucesso é necessário começar com altos investimentos.

Mas quando na verdade, existem diversas formas de começar o seu negócio, possuindo pouco e até mesmo economizando recursos. Desde a escolha de qual CNPJ abrir, até as possibilidades de logística, em todos os processos é possível adotar medidas que vão custar menos, e assim, alcançar seus objetivos.

Mas, antes de qualquer coisa, é importante saber cuidar do seu dinheiro de pessoa física (finanças pessoais), para depois cuidar do dinheiro da pessoa jurídica (finanças da empresa).

Como é possível fazer isso? A gente te ajuda.

Como organizar as finanças para começar a empreender?

Misturar suas contas é um caminho sem volta para o desequilíbrio, colocando até sua empresa em risco. Com isso em mente, é fundamental saber que o controle financeiro de uma empresa funciona de forma diferente do pessoal.

Portanto, tenha contas separadas, uma para a empresa, outra para você.

Alguns pontos são básicos para ter uma boa vida financeira, que são:

  • Crie uma rotina financeira do seu negócio;
  • Dê prioridade para os pagamentos, tanto dos fornecedores, intermediários, funcionários e outros compromissos financeiros;
  • Faça o controle de Caixa;
  • Tenha um orçamento prévio de gastos e faça com que ele não estoure;
  • Saiba identificar quais são os gastos realmente necessários;
  • Tenha planos para o futuro, sabendo quais são suas reais metas;
  • Não se esqueça de ter uma organização tributária.

Lembre-se, o básico bem feito é o primeiro passo para conseguir o sucesso financeiro do seu negócio.

Caso você tenha medo de não ter conhecimento suficiente para isso, não se preocupe. O que não faltam atualmente são cursos e instituições que te ajudam nessa missão, além disso, ainda existe a possibilidade de procurar um profissional para te dar aquela lição básica.

Entre as instituições, a mais conhecida de todas é o Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae). Além da consultoria para profissionais, o Sebrae oferece uma série de cursos e palestras justamente para ajudar quem está começando a empreender.

Mas, antes de tudo são pontos importantes ao cuidar das finanças?

Antes de se dedicar às finanças de sua empresa, o primeiro passo para fazer isso é avaliar minuciosamente a sua vida financeira. Avalie seus gastos, custos e até mesmo o quanto você está economizando.

Ou seja, conhecer a sua vida financeira é o primeiro passo para começar a empreender.

Outro cuidado que você precisa ter é com as dívidas. Antes de começar a investir em seu negócio, certifique-se de que suas dívidas estão em dia. Quitar os débitos, inclusive, ajuda a garantir que as contas não se misturem  e você nem sua empresa sejam prejudicados.

Aqui chegamos ao ponto que é ideal para suas finanças pessoais e empresariais: ter um bom planejamento financeiro. O planejamento financeiro é o responsável por te dar noção de onde você quer chegar e a partir daí, traçar as melhores estratégias para alcançá-los.

Lembre-se, a organização é chave principal para o sucesso do seu negócio.

Não se esqueça do capital de giro

Outro conceito fundamental que deve fazer parte da sua rotina é o capital de giro. Caso não saiba do que se trata, ele é o montante necessário para fazer com que seu negócio consiga se manter, mesmo que ocorra momentos de dificuldade.

O valor da sua reserva deve ser definido e montado de acordo com a sua necessidade e organização.

E, apesar da necessidade de uma boa quantidade de capital de giro, esse montante não deve ser exagerado. Afinal, você não pode perder boas oportunidades de investimento por falta de recursos, sendo que tem o valor na reserva.

Por isso, ter conhecimento financeiro é importante para empreender. Você irá saber fazer esse equilíbrio.

Importância da educação financeira

Acredite, é possível sim ter sucesso financeiro na sua empresa, mas é fundamental saber cuidar do seu dinheiro. E a melhor forma de fazer isso é com educação financeira.

Só com uma boa educação financeira você é capaz de fazer uma boa avaliação de quais são as verdadeiras necessidades do seu negócio, além de  conseguir controlar o fluxo de caixa e despesas.

Além disso, você também irá conseguir avaliar a necessidade de realizar novos investimentos e até mesmo aumentar a precificação de seus produtos ou serviços.

Empreender vai além de cuidar das finanças

Como já dito, para abrir seu próprio negócio você deve organizar e planejar diversas áreas, além do financeiro. Setor de vendas, marketing, administrativo, almoxarifado, financeiro… Tudo isso deve ser levado em consideração.

A dica é: organização sempre. Especialmente se é o seu primeiro negócio, e a sua empresa conta apenas com você, saiba que suas ferramentas de organização e agenda serão suas melhores amigas.

Além disso, busque sempre estudar e ter conhecimento não apenas sobre o seu próprio produto ou serviço, mas também de todas as suas áreas de atuação.

Desta forma, com toda certeza, seu negócio irá chegar ao sucesso.

E se você quiser mais dicas sobre finanças, não deixe de acompanhar nossas publicações. Clique aqui e veja todos os artigos que preparamos com muito carinho para você.

Aliás, especificamente recomendamos estes artigos:

Como conseguir um empréstimo consignado?

5 filmes sobre empreendedorismo que você precisa ver